ARAÇATUBA | 19 OUTUBRO
| 17:14 | 20° MIN 30°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
ENSINO SUPERIOR
Conselho Estadual de Educação aprova Faculdade de Medicina da FEA
Anunciante

O Conselho Estadual de Educação autorizou, nesta quarta-feira (3), o projeto para a implantação do curso de Medicina na FEA (Fundação Educacional de Araçatuba). A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (4). O vestibular deverá ser realizado em junho do ano que vem, com previsão de início das aulas ainda em 2019. A Fundação deverá investir entre R$ 6 milhões e R$ 8 milhões ao longo dos primeiros seis anos do curso.

“Vamos montar um curso de Medicina nos moldes da FEA, que obteve nota quatro no IGC nos últimos cinco anos. Teremos um dos melhores cursos de Medicina do Estado”, garante o presidente do Conselho de Curadores da Fundação, Celso Gardinal.

Ele comemorou a vitória, destacando que esta é uma conquista exclusiva da FEA, que tem sido destaque nacional no Índice Geral de Cursos (IGC) medido pelo MEC, recebendo nota quatro (de um total de cinco), nos últimos cinco anos.

EXIGÊNCIAS

Agora, a FEA terá um ano para cumprir todas as exigências do Conselho Estadual de Educação. Dentre elas, estão a instalação de laboratórios equipados e biblioteca; contratação de docentes; e um contrato de ação pública ensino-saúde, que vincule os equipamentos de saúde onde ocorrerão as atividades práticas (leitos do SUS). O cumprimento das exigências será conferido por uma equipe de especialistas que irão visitar as instalações da instituição.

Na próxima terça-feira (9), segundo Gardinal, a diretoria da instituição irá se reunir para estabelecer um cronograma de trabalho. Conforme ele, a FEA já possui estrutura física para abrigar a faculdade de Medicina, com salas e biblioteca.

Inicialmente, deverão ser investidos R$ 2 milhões para a instalação de laboratórios. No entanto, ao longo dos primeiros seis anos do curso, serão investidos outros R$ 6 milhões para a implantação de outros laboratórios, num total de dez (anatomia, fisiologia, química, de análise, entre outros). Segundo Gardinal, a instituição tem reserva de dinheiro para isso.

VAGAS

A FEA deverá abrir 60 vagas para o curso de Medicina. O valor da mensalidade ainda não foi definido, mas como a fundação não tem fins lucrativos, terá condições de cobrar um valor abaixo da média nacional, que varia de R$ 6 mil a R$ 13 mil mensais.

A grade curricular do curso já está pronta e a contratação dos professores, organizada, disse Gardinal. Os estágios dos alunos deverão ser realizados na Santa Casa de Araçatuba, com quem a FEA assinou um termo de convênio. O hospital, que é de alta complexidade, possui mais de 400 leitos. 

A ideia, com a implantação da faculdade de Medicina, é transformar a FEA em um centro universitário e oferecer outros cursos, como enfermagem e fisioterapia.

Hoje, a fundação possui cursos de Administração de Empresas, Economia, Psicologia, Pedagogia e Direito, com um total de 780 alunos.

UNISALESIANO

Este ano, o Centro Universitário Unisalesiano inaugurou o curso de Medicina em Araçatuba, após aprovação do MEC, com 65 vagas e mensalidade de R$ 6,5 mil.

 

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.