ARAÇATUBA | 15 NOVEMBRO
| 16:55 | 22° MIN 31°MAX |
Pancadas de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍCIA E JUSTIÇA
Anunciante
CRIME
Condenada por compra de votos, ex-vereadora é presa em Andradina
Anunciante

A ex-vereadora Célia Regina de Souza (PSDB), 58 anos, de Andradina, foi presa por policiais civis na manhã desta quarta-feira (12), na residência de sua mãe, no bairro Passarelli, naquela cidade. Condenada por compra e venda de votos para eleger-se presidente da Câmara, em 2004, ela estava foragida da Justiça desde agosto de 2016.

Ela contou ao delegado Tadeu Aparecido Coelho, do 1º Distrito Policial de Andradina, que havia entrado com recurso em Brasília e aguardava o julgamento, por isso não se apresentou à polícia. "Na realidade, ela esperava se safar dessa", disse o delegado.

Inicialmente, a ex-vereadora foi condenada a seis anos de reclusão, mas recorreu e conseguiu reduzir a pena para quatro anos de reclusão mais o pagamento de multa no valor de R$ 21 mil, em 2016, quando foi expedido o mandado de prisão contra ela, que não tinha direito a recorrer em liberdade. 

Célia da Stillus, como é conhecida em Andradina, foi condenada pela Justiça por ter oferecido dinheiro a dois vereadores em troca de votos. O crime está previsto no artigo 333 do Código Penal.

Ela foi denunciada pelo Ministério Público em 2009, após condenação dos também ex-vereadores Mário Quirino dos Santos e Gerson Moreira por corrupção passiva.

Segundo a Justiça, os dois votaram em Célia para presidente da Câmara em troca de R$ 4 mil, com pagamento efetivo de R$ 1 mil para cada um.

A condenação dos ex-parlamentares se baseou em conversa telefônica gravada entre Célia e Quirino, na qual estariam combinando a venda dos votos.

INVESTIGAÇÕES

A Polícia Civil vinha investigando o paradeiro da ex-vereadora, por meio de monitoramento telefônico e de veículos de familiares. Célia teria passado por várias localidades, como Guarujá e São José do Rio Preto. Uma equipe de policiais de Andradina chegou a se deslocar à cidade litorânea na tentativa de localizá-la. 

Na manhã desta quarta-feira, policiais receberam a denúncia de que Célia estaria na casa de sua mãe e ela acabou sendo presa. 

Após prestar depoimento no 1º DP de Andradina, ela passou por exame médico e foi encaminhada à cadeia feminina de Tupi Paulista. 

 

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.