ARAÇATUBA | 12 DEZEMBRO
| 11:47 | 22° MIN 34°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
Anunciante
Paredista, locaute e greve
Anunciante

O noticiário se viu há alguns dias tomado por tais palavras com a “greve dos caminhoneiros”, que foi na verdade um locaute.

Quando eu estava no ginásio, antigo primeiro grau, achava que era “movimento paradista”, já que greve e locaute remetiam à parada das atividades.

Depois descobri que o certo é “paredista”, palavra derivada de parede, resultado do piquete que significa “um grupo de trabalhadores, sindicalistas, estudantes etc. que se coloca à porta de fábrica, empresa, estabelecimento de ensino etc. para impedir a entrada de outros trabalhadores ou funcionários durante uma greve”, fazendo a parede.

Greve é movimento de assalariados, geralmente reivindicando aumento salarial. A “greve dos caminhoneiros” foi um locaute (da expressão inglesa to lock out), o patrão fecha a fábrica, para de produzir. No movimento paredista dos caminhoneiros havia os autônomos, donos de seus próprios caminhões e de empresas de transporte que determinavam a seus empregados que ficassem com os caminhões parados. Tanto é que não houve negociação dos dias parados como acontece na greve.

Entendendo bem as palavras, possibilita-se a interpretar politicamente o movimento paredista.

 

*Hélio Consolaro é professor de Português 

www.benditalingua.blogspot.com.br

benditalingua@gmail.com

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.