ARAÇATUBA | 19 JANEIRO
| 19:1 | 21° MIN 34°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
OPINIÃO
Anunciante
EDITORIAL
Cido Saraiva será o adversário de Dilador em 2020?
Anunciante

A partir da posse dos novos eleitos em 2018, a atenção volta para a eleição municipal de 2020. Isso não é diferente em Araçatuba.

A maior cidade da Noroeste não tem articulação política suficiente para ter pelo menos um representante em cada Casa Legislativa: Câmara de Deputados Federal (Brasília) e Assembleia Legislativa (SP).

Para uma comparação entre Birigui e Araçatuba, Roquinho Barbieri (PTB) se reelegeu deputado estadual pela sétima vez com 70 mil votos, obtendo 22 mil em Birigui; enquanto Carlos Eduardo Gabas (PT), de Araçatuba, candidato a deputado federal, não se elegeu porque dos 45 mil votos obtidos, conseguiu apenas 2 mil em Araçatuba. Com 25 mil votos em Araçatuba, teria sido eleito.

O resultado de votação do Gabas (PT) demonstra que as lideranças de Araçatuba estão mais preocupadas com esquerda e direita, com partidos políticos do que com a força política do município. Além disso, a nossa região é desabitada e os eleitores preferiram votar em candidatos de fora, como Eduardo Bolsonaro e Janaína Paschoal, quase 10 mil votos para cada um.

Com esse quadro, Gabas não se habilitou para ser um candidato a prefeito em 2020; Cido Sério (atual PRB), que obteve 5.133 para deputado federal, tendo sido prefeito duas vezes, demonstrou sua falta de liderança política no momento.

Arlindo Araújo e Edna Flor (ambos do PPS), federal e estadual, obtiveram apenas 14 mil votos cada um em Araçatuba. Resultado pífio se pretendem ser candidatos a prefeito. Rivael Papinha (PSB) não conseguiu 10 mil votos em sua candidatura de deputado federal, apenas fortaleceu sua candidatura a vereador em 2020.

Então sobrou Cido Saraiva  (MDB), que bem queria ser deputado estadual, mas não conseguiu, apenas fortaleceu sua candidatura a prefeito em 2020. 

Se esse quadro permanecer, Dilador Borges (PSDB) terá vice do PSL na sua candidatura à reeleição, já que, como prefeito, declarou apoio a Jair Bolsonaro para presidente da República, tendo como adversário Cido Saraiva (MDB). 

Apesar de este texto fazer apenas conjecturas, percebe-se em Araçatuba a falta de lideranças. As que surgem são sepultadas precocemente. Como a política brasileira é cheia de surpresas, quem sabe cheguem por aqui.

Pela marcha dos fatos, o atual prefeito Dilador Borges (PSDB) só terá um adversário na sua tentativa de reeleição, trata-se do vereador Cido Saraiva (MDB da Câmara Municipal de Araçatuba.

O medebista obteve, como candidato a deputado estadual, 31,81% dos votos de Araçatuba, ou seja, 31.190 eleitores votaram nele. Ao todo, obteve 43.175 votos. Não se elegeu, mas saiu fortalecido para a candidatura a prefeito de 2020.    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.