ARAÇATUBA | 19 OUTUBRO
| 8:53 | 20° MIN 30°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
FAZER O BEM
Cido dá novo mandato a 'fiscais' da Samar; Dilador deve demitir
Anunciante
Por meio de decreto, o prefeito em final de mandato, Cido Sério (PT), reconduziu a mandatos por mais dois anos, três nomes de sua confiança que já vinham comandando a agência reguladora na qual foi transformado o antigo Daea, após a concessão dos serviços de água e esgoto à iniciativa privada, dando origem à Samar (Soluções Ambientais de Araçatuba).

Ocorre que a concessão de um novo mandato de dois anos aos responsáveis pela agência não agradou ao prefeito eleito Dilador Borges (PSDB), que assume o comando da cidade a partir de 1º de janeiro. Por conta disso, ele deve revogar, assim que assumir o comando da cidade, o decreto que, pelo menos até o final deste ano, manterá José Luiz Fares no cargo de comissário-geral da agência reguladora; Avelino Rocha no de comissário adjunto e Steve de Paula e Silva como comissário procurador.

Integrantes do grupo político de Dilador informaram ao Política e Mais que ele recorrerá, ao judiciário, se for necessário, para reverter o novo mandato concedido por Cido Sério a seus três aliados, que têm como incumbência principal fiscalizar os serviços prestados pela Samar ao município e os investimentos por ela colocados em prática, conforme contrato de concessão que tem duração de 30 anos.

Interessado em cobrar mais eficiência da empresa, Dilador quer implantar mais rigar aos na fiscalização dos serviços de saneamento prestados hoje à população. Por mais que a Samar seja uma empresa privada, o novo gestor também deverá exigir da concessionária a troca de pessoas que nela atuam e que possuem ligações com o atual governo. Pelo menos 50 funcionários estariam na mira da degola.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.