ARAÇATUBA | 19 DEZEMBRO
| 12:10 | 23° MIN 34°MAX |
Nublado e Pancadas de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Chamado de 'cambada', Arlindo se nega a cumprimentar Almir
Anunciante
Futuros colegas de Câmara, os vereadores reeleito e eleito na disputa deste ano, Arlindo Araújo (PPS) e Almir Fernandes Lima (PSDB), deixaram claro na sessão do Legislativo, nesta segu7nda-feira (05), que não deverão ser "bons amigos" no decorrer de seus mandatos. Uma recusa a um cumprimento causou certo constrangimento em plenário.

Na ocasião, Arlindo se recusou a cumprimentar Almir, que presente na sessão, foi convidado a adentrar ao plenário pelo presidente da Casa, Cido Saraiva (PMDB), junto a dois outros colegas: Flávio Salatino (PMDB) e Alceu Batista (PV).

Os parlamentares foram recepcionados por um grupo de vereadores, entre eles a vice-prefeita eleita Edna Flor (PPS), que é muito aliada a Arlindo, e antes de se acomodarem foram cumprimentar os colegas. Arlindo, com suas razões, além de não ter estendido a mão para Almir, teria dito ao futuro "colega" de Casa: "sai de perto de mim".

É uma animosidade consequente de uma série de fatores que envolvem diretamente a figura de Almir, que antes de ser eleito para seu primeiro mandato, sempre fez campanha pública e em redes sociais para que nenhum dos atuais 12 parlamentares fossem reeleitos. Mais que isso, com instinto provocador, o tucano, que sentirá o gosto da vereança a partir de 1º de janeiro, nutriu por muito tempo o hábito de chamar os vereadores, de forma generalizada, de "cambada". Termo jamais aceito por Arlindo, que sempre procurou atuar de forma independente na Casa.

O relacionamento entre os vereadores será um problema para a próxima legislatura e quem estiver comandando a Câmara. Pior que tudo isso também pode sobrar para o prefeito eleito Dilador Borges (PSDB), uma vez que os dois foram eleitos por sua coligação e que podem atuar de formas divergentes aos interesses do governo, por conta de toda esta encrenca.

O Política e Mais, antes do fato ocorrido, já havia confirmado com o próprio Arlindo sua indisposição com o que considera desrespeito por parte de Almir. Situação em que não deixa de ter razão, uma vez que esse tipo de indisposição não contribui em nada para o desenvolvimento e crescimento político da cidade.

Questionado sobre o fato, Almir, por sua vez, não baixou a guarda e, como de costume, não deixou o confronto de lado. "Esta é uma questão que estou tratando internamente. Ele, não deixou apenas de apertar a minha mão, ele falou de forma ríspida: 'sai de perto de mim!' E, esse foi nosso primeiro encontro! Bom, educação é algo que a gente traz do berço, e, eu era apenas uma visita que adentrou o plenário a convite expresso do presidente daquela Casa. Portanto, visitas, ainda mais convidadas, têm-se que tratar pelo menos com respeito. Tem gente que tem berço, mas as vezes a convivência com animais irracionais, as distanciam dos bons costumes e começam a demarcar seu território. Os animais o fazem com os excrementos, já os racionais o fazem com palavras no começo, depois partem para as vias de fato. Um bom médico soluciona estes problemas", disse.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.