ARAÇATUBA | 18 JUNHO
| 10:33 | 16° MIN 28°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Câmara será 'bancada ou cambada' no 1º pedido de CP contra Dilador?
Após receber o primeiro pedido de CP (Comissão Processante) contra o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), por possíveis ilegalidades cometidas na contratação da professora Marly Garcia (PV) para o cargo de Secretária de Cultura, como a Câmara de Araçatuba vai se comportar: como "bancada" ou "cambada".

Os termos foram, no decorrer dos últimos anos, muito usados por adversários do ex-prefeito, Cido sério (PT), toda vez que o Legislativo arquivava algum pedido de investigação contra o petista. O estreante Almir Fernandes Lima (PSDB), o homem das manifestações públicas contra os "petralhas" de plantão, sempre fez duras acusações à Câmara quando pedidos de investigação foram arquivados.

Como será que ele vai votar o pedido de CP contra Dilador? Na condição de "bancada", fazendo vistas grossas às prováveis irregularidades cometidas pelo chefe do Executivo? Ou como "cambada" encabrestada pelo tucano, tocando o caso como o chefe do Executivo bem quiser.

É notório que nos últimos dias Dilador fez composições com vereadores que, num primeiro momento, não gostaria de ter a seu lado. A votação deste pedido de CP - quando ele acontecer e se acontecer, caso o presidente do Legislativo Rivael papinha (PSB) não "veja" motivos para seu arquivamento - deixará bastante evidente as amarrações engendradas após surgirem as primeiras acusações contra seu governo.

Acompanhar o desenrolar deste pedido de CP, feito por um candidato a vereador que disputou vaga na Câmara pela chapa do próprio Dilador, poderá ser bastante interessante. Servirá, em especial, para mostrar que muito da atual gestão se dará igualmente acontecia nos tempos de Cido Sério, fazendo o chefe do Executivo engolir as próprias palavras quando disse em entrevista coletiva que em sua administração não haveria nada igual às do PT.

Veremos isso partido da Câmara. É certo que adversários políticos de outrora já tiveram seus apaniguados nomeados para cargos no Executivo. Tudo, sendo assim, é uma questão de momento. De esperar para vermos o que é, nas entrelinhas das conversas que rolam no Legislativo, já dado como certo: trocado o governo e os legisladores, tudo, ou quase tudo, continuará sendo levado na base do "mais do mesmo".
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.