ARAÇATUBA | 21 AGOSTO
| 3:42 | 17° MIN 31°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
CULTURA E ARTE
NOVO FORMATO
Batucando muda e reunirá bateristas, guitarristas, baixistas e corais

O Batucando Araçatuba, que está em sua sexta edição, será transformado em uma grande “orquestra” de rock este ano, com direito a corais, guitarras, contrabaixos e, claro, muitas baterias, instrumento que deu origem à iniciativa, em 2012, chegando a reunir mais de 300 bateristas e cajoneiros tocando de uma só vez. 

O evento será realizado entre os dias 24 e 26 de maio, com workshops, exposição do museu da música, feira e a tradicional apresentação que reúne vários instrumentistas executando músicas pré-selecionadas ao mesmo tempo, no dia 26 de maio, na Praça Rui Barbosa.

Após cinco anos, o evento, agora, mudará de formato. O idealizador e organizador do Batucando, Daniel Freitas, que é baterista e professor de música, explica que muitas pessoas vinham pedindo para inserir as guitarras, contrabaixos e vocais.  Como o evento era voltado, especialmente, para baterias e cájons, muitos músicos deixavam os seus instrumentos de origem e participavam como bateristas e cajoneiros amadores. 

Quando surgiu um vídeo gravado na Itália, que juntou voz, baixo, guitarra e bateria, a cobrança ficou maior, por isso a decisão de transformar o Batucando Araçatuba em uma grande orquestra de rock and roll. “Decidimos atender ao pedido desse pessoal, só que, para a execução disso, precisamos de bastante organização e dedicação”, afirma Freitas.  

O alerta do idealizador e organizador do evento deve-se ao fato de que, como em uma orquestra o Batucando terá a sonoridade de muitos instrumentos, o que exige mais preparação. O palco principal das primeiras edições do evento deixará de existir. Com isso, não haverá mais uma banda de apoio para nortear os músicos e acobertar possíveis erros de execução das músicas.

Por causa disso, Freitas explica que, os participantes do Batucando, desta vez, precisarão se dedicar a tirar e estudar as músicas escolhidas para a apresentação, para que todos executem de forma igual. 
A proposta, também, é gravar um videoclipe para mostrar o evento ao mundo, jogando nas redes sociais para mostrar a cidade e os músicos. “Além de sonorizar o áudio do pessoal tocando, nós vamos gravar este áudio, então tem que ser bem tocado”, reitera Freitas.

Ele ressalta que o evento é aberto à participação de crianças e músicos amadores (as inscrições ainda estão abertas, veja abaixo), no entanto, o organizador esclarece que é preciso saber tocar e estar pré-disposto a treinar as músicas, para que não haja desafinação, o que acabaria atrapalhando a sonoridade do evento, até porque haverá microfones espalhados por toda a Praça Rui Barbosa, onde será feita a apresentação, e qualquer deslize, será captado.

Com a mudança no formato, o número de participantes, que ultrapassou os 300 músicos, nos anos anteriores, agora deverá ser reduzido para 150, justamente por causa da necessidade de ter disponibilidade para aprender e treinar as músicas. “A quantidade vai diminuir, mas a qualidade tende a crescer, porque todos estarão empenhados em estudar as músicas”, afirma Freitas.

Anteriormente, conforme ele, os organizadores faziam vídeo-aulas, mas muitas pessoas não estudavam e tocavam de qualquer jeito, acompanhando o que estava sendo passado pelo palco. “O que importava era a celebração, era estar todo mundo junto, por isso tinha muita criança de três, quatro anos, que nem sabia tocar direito, mas participava”, relembra, reiterando que não haverá palco principal este ano.

No sábado, dia 26, os músicos devem estar na Praça Rui Barbosa às 13h, para iniciar a montagem dos instrumentos e a organização dos músicos por naipes. A apresentação está marcada para começar às 15h30. Como vai haver a gravação do videoclipe, não pode haver atraso, porque há o risco de captar cenas com bastante luz de sol e outras com o sol já se escondendo.

Nos dias anteriores à apresentação, haverá o Master Class da baterista Vera Figueiredo, que integra a banda do programa Altas Horas, da Rede Globo. Ela vai ministrar um workshop na quinta-feira (24), das 18h às 22h; e na sexta (25), das 14h às 18h, no Teatro Municipal Paulo Alcides Jorge. O curso é promovido em parceria com as Oficinas Culturais Poiesis e dá direito a certificado. A participação é gratuita.

Paralelamente, entre os dias 24 e 26 de maio, haverá a feira da música, com a participação de revendedores de instrumentos e escolas de música, além da exposição do museu da música, no Shopping Praça Nova. Lá, haverá também um sebo de discos de vinil.

A expectativa, segundo Daniel Freitas, é a melhor possível. “Não sabemos quais problemas técnicos nós vamos enfrentar, porque tudo é novidade, mas esperamos que tudo corra bem e que o público prestigie”, disse. “Vai ser um momento único”, completou.

Para garantir a segurança do público, algumas ruas do entorno da Praça Rui Barbosa deverão ser interditadas no sábado, 26, dia da apresentação.

Além de Daniel Freitas, participam da organização o baterista e professor de música Pedro Paulo Dibo D´Antonio, o Pepa. A eles cabem a organização da parte musical e operacional do evento. Já a burocrática (logística, alvará dos Bombeiros e limpeza da praça após o evento), ficou a cargo da Prefeitura.

Os contrabaixistas Fernando Barbosa e Henrique Pereira direcionam os músicos deste instrumento. Os guitarristas Fábio Oliveira e Juninho Moreira orientam o grupo das guitarras, e o vocal está sob a organização de Alan Arcanjo. Os bateristas estão sendo orientados por Daniel Freitas, com a colaboração de Eron, Felipe Almeida, Pepa e Paulo Larangeira.

REPERTÓRIO

A gravação videoclipe terá um Medley com a junção das músicas: “Twist and Shout” – Beatles; “Owner of a lonely heart” – Yes; “Livin on a prayer” – Bon Jovi e “Sweet child O´mine” – Guns & Roses.

Durante o evento, serão executadas também as músicas “Smoke on the water” – Deep Purple; “You give a love bad name” – Bon Jovi; “Satisfaction” – Rollin Stones; Do seu lado – Jota Quest; e “Que país é esse?” – Legião Urbana
O Batucando conta com o apoio das Oficinas Culturais Poiesis, governo do Estado de São Paulo, Secretaria Municipal de Cultura e Prefeitura de Araçatuba.

SERVIÇO

O Batucando Araçatuba será realizado entre os dias 24 e 26 de maio.
As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas pelo telefone (18) 99772-0792. 
Mais informações na página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/BatucandoATA/


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.