ARAÇATUBA | 19 OUTUBRO
| 4:14 | 20° MIN 30°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
FAZER O BEM
BARGANHA POLÍTICA? Dilador e Edna Flor contratam por R$ 3 milhões empresa de pessoas ligadas a Chinelo, líder local do PSB
Anunciante
A Prefeitura de Araçatuba contratou de forma emergencial e por dispensa de licitação, conforme edital publicado no Diário Oficial de terça-feira (04), para fazer limpeza de mais de 61 prédios da rede municipal de ensino, empresa que tem como donos, hoje, um casal ligado intimamente ao coordenador regional e presidente local do PSB (Partido Socialista Brasileiro), José Avelino Pereira, o Chinelo, que nas eleições de 2016 foi um dos principais apoiadores da candidatura do atual prefeito, Dilador Borges (PSDB), e da vice-prefeita Edna Flor (PPS), ao Executivo. A contratação vai custar ao município R$ 3.020.400,00 por até 180 dias de serviços prestados.

[caption id="attachment_5262" align="alignright" width="300"] Edital publicado pela Prefeitura em 04/04[/caption]

A empresa em questão é a Bolívia Comércio de Materiais de Limpeza Ltda que, de acordo com dados da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), foi constituída em 07 de março de 2013, tendo como endereço prédio comercial anexo à casa de uma irmã de Chinelo, localizado no número 1126 da rua Bolívia, no Jardim Planalto, em Araçatuba. Coincidentemente, vizinho à atual sede do PSB no município.

Conforme os dados cadastrais obtidos pelo Política e Mais, a empresa iniciou com capital de R$ 50 mil e tendo como sócias Daniela Amanda Cardoso e Patrícia Batista. Ambas com a participação de 25 mil cada uma. Em 11 de setembro de 2013, o capital da Bolívia Comércio de Materiais de Limpeza dobrou para R$ 100 mil, ocorrendo o mesmo com a participação das societárias. A partir daí, a prestadora de serviços ampliou seu leque de atividades à disposição de sua clientela.
   

Em 11 de dezembro de 2014, a empresa mudou o endereço de sua sede para a rua Aguapeí, número 1760-A, no Jardim do Prado, em Araçatuba, onde permanece até hoje - só que com o nome fantasia . Em 12 de fevereiro de 2015, a empresa começou a mudar de forma substanciosa sua composição. Patrícia Batista deixou de figurar como sócia-proprietária e Daniela Amanda Cardoso viu seu capital despencar de R$ 50 mil para apenas R$ 5 mil.

Na ocasião, passou a figurar como sócio majoritário Carlos Adriano de Lima, pessoa diretamente vinculada a Chinelo. Ele entrou no comando da Bolívia com capital de R$ 95 mil. Valor que foi elevado para R$ 342 mil em 12 de fevereiro de 2016. Na ocasião, a quantia pertencente a Daniela saltou para R$ 18 mil e o da prestadora de serviços, no geral, para R$ 360 mil.

AS RELAÇÕES COM CHINELO

O vínculo de Daniela e Carlos Adriano de Lima com Chinelo se comprova através da atividade sindical, desenvolvida por décadas, pelo coordenador regional e presidente do PSB em Araçatuba. Os dois fazem parte da diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba e Região, fundado pelo pessebista há 28 anos.

Carlos Adriano é vice-presidente da entidade sindical, que tem o próprio Chinelo como tesoureiro; o seu filho Igor Tiago Pereira, ocupando cargo de presidente, e Daniela Amanda na condição de suplente. Todos eles foram empossados como membro do Sindicato dos Metalúrgicos em 27 de julho de 2012.

[caption id="attachment_5263" align="alignright" width="300"] Carlos Adriano de Lima e Chinelo[/caption]

Ainda sobre Carlos Adriano, conforme informações cadastrais na Jucesp, obtidas pelo Política e Mais na última segunda-feira (03), consta que ele mora na Estância Germano, s/n, no bairro rural Sabá, em Clementina. A propriedade leva o nome do pai de Chinelo e tem o sindicalista como único proprietário, conforme consulta feita nesta terça-feira (04) à Receita Federal. É nesta propriedade que o sindicalista cria exemplares do gado Senepol, que costuma apresentar na Exposição Agropecuária de Araçatuba, que tem entre seus idealizadores o Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste).

Nas relações sindicais com Chinelo se encaixa uma outra pessoa que não tem participação na empresa Bolívia, mas tem relação com a administração municipal. Trata-se de Márcia Salomé Xavier, que em 2012 foi empossada como 1ª tesoureira do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba. Curiosamente, ela é esposa de José Cláudio Ferreira, o Zé Pera, nomeado por Dilador para cargo comissionado de diretor na secretaria de Administração. E, surpreendente, trabalha no Sisema (Sindicato dos Servidores Municipais de Araçatuba), entidade que é filiada à CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), que tem Chinelo, justamente, no posto de primeiro vice-presidente.

[caption id="attachment_5265" align="alignleft" width="224"] Jornal do Sindicato dos Metalúrgicos e os membros de sua diretoria[/caption]

Também de forma curiosa, quem ocupa cargo comissionado de relevância na administração de Dilador e Edna Flor é o advogado Rafael Pereira Lima. Ele comanda atualmente o Procon e já advogou para a Bolívia Comércio de Materiais de Limpeza - papel hoje desempenhado por sua esposa, Nayara Bianchi dos Santos Silva - e para a coligação do chefe do Executivo nas eleições de 2016, ao lado dos defensores Ermenegildo Nava e Guilherme Nava.

A BOLÍVIA NA PREFEITURA

A atuação da Bolívia na administração municipal teve início em 2013. Naquele ano, sob a gestão do então prefeito Cido Sério (PT), de quem Chinelo também foi aliado político nas eleições municipais de 2008 e 2012, a empresa teve seus primeiros contratos formalizados com a prefeitura.

Em 25 de outubro de 2013, a Bolívia teve contratação homologada com valor de R$ 2.426,44 para o fornecimento de absorventes e cremes à Prefeitura. Em 2014, sua parceria com o município foi bem maior. Em janeiro, após vencer licitação, foi contratada para fazer a limpeza do Paço Municipal, rodoviária, funerária municipal e, posteriormente, o Atende Fácil. Também forneceu materiais de limpeza no valor de R$ 47.947,16. Entre os produtos fornecidos ao município constam, que apurou a reportagem, 11.320 panos de chão avaliados em R$ 15.734,80.

Desde então, a Bolívia vem atuando na administração municipal. Conforme dados levantados pelo Política e Mais no último sábado (01), a empresa faturou da administração municipal, em 2016, o correspondente a R$ 972.222,94. Somente em 2017, até o último final de semana, o município teve com a empresa uma despesa de R$ 183.404,14.



Com sua contratação para atuar também na limpeza das escolas municipais, a Bolívia Comércio de Materiais de Limpeza terá um recebimento milionário do município, tendo em vista que ela continuará fazendo a limpeza do Paço e demais repartições, e mais as escolas a um custo mensal da ordem de R$ 500 mil, uma vez que a contratação emergencial pode durar até seis meses.

Para fazer o mesmo serviço nas escolas, a empresa AS Nascimento Ambiental Serviços Urbanos, de Pereira Barreto, cobrou do município, durante todo o ano de 2016, a quantia de R$ 3.410.000,00. Pouca coisa a mais que R$ 280 mil ao mês e praticamente a metade do que a Bolívia vai receber no período em que atuar na limpeza das escolas.

É uma diferença grande de valores que deve ser explicada pela atual administração municipal, que fez a contratação sem a realização de licitação e publicação de qualquer tipo de edital antes da definição de quem passaria limpar as escolas do município, uma vez que a empresa de Pereira Barreto desistiu de continuar trabalhando para a Prefeitura.

[caption id="attachment_5270" align="alignright" width="300"] Dilador, Chinelo e Tiago, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Itatiba[/caption]

Com a palavra, o senhor prefeito Dilador Borges, a senhora vice-prefeita Edna Flor e demais pessoas envolvidas na contratação. Em especial o tucano, que pela primeira vez assume um cargo público e que, antes mesmo de tomar posse, afirmou durante apresentação de seu secretariado que não faria em seu governo nada igual ao PT. O que não se comprova com a contratação em tela. O que se mostra, na verdade, é que Dilador e Edna Flor mantém o mesmo relacionamento político, para lá de suspeito, da gestão passada. ARAÇATUBA MERECE RESPEITO. OU NÃO?
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.