ARAÇATUBA | 20 AGOSTO
| 5:22 | 15° MIN 30°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
As contas de Jaime, o novato Almir e sua lista de desafetos
A divulgação de notícia sobre a rejeição das contas da Câmara de Araçatuba no ano de 2014, por causa de cargos comissionados, conforme mostra a Folha da Região desta quarta-feira (19), indica um novo problema para o presidente da Casa na época, o vereador Jaime José da Silva (PTB), que acaba de ser reeleito para um novo mandato.

Mais que isso, a notícia tem, como pano de fundo, um escancarado conflito entre futuros "colegas" de Legislativo, se assim é possível dizer. Na tarde desta terça-feira (18), logo após a rejeição das contas pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo), o contabilista Almir Fernandes Lima, eleito pelo PSDB para exercer seu primeiro mandato como vereador, provocou Jaime em sua rede social.

Durante a campanha eleitoral, os futuros colegas de Câmara tiveram conflitos que rende representação à Justiça Eleitoral, o que acabou não dando em nada. No entanto, Jaime é uma conhecida "vítima" de Almir por conta de sua sagacidade ao avaliar a conduta de vereadores que exercem mandato até aqui.

O futuro parlamentar, nos últimos anos, cultivou o hábito de tratar os vereadores como "cambada" e empunhou bandeira pela renovação total do quadro de vereadores. Sem levar em consideração colegas de sua própria coligação, como Tieza (PSDB) e Arlindo Araújo (PPS), que foram eleitos para novo mandato.

Nesta terça-feira, ao ver que as contas de Jaime foram rejeitadas, o futuro vereador publicou: "Vejam o resultado do Julgamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Julgado em 18.10.2016 E, este vereador foi reeleito. Tem eleitor que gosta. DesAta, minha querida Araçatuba!"

Sinal de que Almir chegará à Câmara com a corda toda e, junto a isso, com uma coleção de desafetos, uma vez que via rede social ele já atacou outros parlamentares. Inclusive quem ligou para parabenizá-lo pela primeira eleição.

Entre os futuros "colegas" de Almir, o veterano Arlindo Araújo não esconde seu descontentamento com os ataques do tucano. O parlamentar do PPS não engole o fato de ser tratado como "cambada" pelo recém-eleito. Cláudio Henrique da Silva (PMN), Rivael Papinha (PSB), Cido Saraiva (PMDB) são outros que demonstram, no mínimo, constrangimento com o comportamento do tucano.

O QUE ELE DIZ

Acompanhando a revolta que se espalha contra Almir, por conta de suas posições, no último dia 11, o Política e Mais questionou o futuro vereador sobre o desconforto que tem gerado entre seus futuros colegas de Legislativo, pessoas que, bem ou mal, terá de lidar por pelo menos quatro anos.

jalmir-contas-jaime

Almir respondeu: "Não sabia que causava desconforto aos meus futuros pares. Sou da paz e pela paz. Ocorre que detesto hipocrisia. Ontem mesmo (dia 10/10) ao discursar na sessão da Câmara, um vereador teve o desplante de desqualificar um cidadão que mantém uma página contra a reeleição. Dizendo que este cidadão, que também foi candidato, obteve pouco mais de 100 votos. Riu e desafiou em tom de deboche, dizendo que todos foram reeleitos. E, que a festa da democracia aconteceu nas últimas eleições. Para mim, o que aconteceu foi a farra na democracia, com compras de votos, obras e mais obras às vésperas das eleições, uso do poder econômico, etc...", escreveu o novo vereador do PSDB.

Almir seguiu suas explicações com mais alfinetadas. "Teve um reeleito, em uma festa familiar, que disse que gastou R$200 mil reais, voltou ao bairro de origem e que comeu pé de galinha junto aos seus eleitores, e que os candidatos têm que entender que é o 'povinho' que dá votos. O povinho até chora, quando ele diz que nasceu naquele bairro, etc. Eu te pergunto, no momento que uma pessoa te relata isso, como você vai agir? Fiquei indignado! Depois, ao assistir à sessão da Câmara, ter que ouvir que a democracia está em festa! Outro se vangloriando com a expressiva votação, outro agradecendo... e ao mesmo tempo carros de cabos eleitorais sendo abordados pela polícia federal, com dinheiro, listas, etc... Você sabia que este carro foi abordado pela polícia, logo após se ter notícia de que haviam trocado R$10.000 reais em notas de R$ 50 em um estabelecimento comercial no Jussara? Não estou acusando ninguém, mas onde se encontra a festa da democracia? Isso é uma farra! E tem que ser combatida, doa a quem doer", concluiu o tucano.

Pelo visto, com Almir no plenário da Câmara a partir de 2017, as sessões serão para lá de animadas.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.