ARAÇATUBA | 9 DEZEMBRO
| 17:2 | 15° MIN 31°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
INCÊNDIO NA CALIFÓRNIA
Araçatubense e família enfrentam pavor por fogo que atinge Califórnia
Anunciante

O mundo assistiu perplexo aos estragos provocados por um incêndio que atinge a Califórnia desde a semana passada. Milhares de hectares consumidos pelo fogo, casas destruídas, desabrigados e mortos. Sem contar no desespero de artistas como Lady Gaga, Kim Kardashian e Guillermo del Toro, que tiveram de deixar suas casas, em meio ao risco iminente de serem atingidos pelas chamas.

Neste cenário, que mais parece um filme de terror, araçatubense Fernanda Codognoto Tiernan, 46,  tenta manter a calma e seguir a vida, embora em estado de alerta e de malas prontas para partir a qualquer momento de sua residência, em Thousand Oaks, no topo da montanha de Santa Mônica, Califórnia. Fernanda, que é filmmaker, mora lá desde 2012. Sua casa fica na rua detrás do condomínio onde astros do cinema e da música possuem casas e tiveram de sair por causa do fogo.

Para não assustar as filhas, Maya, 13 anos, e Tessa, 10, Fernanda tenta passar um ar de normalidade na situação. Ela e o esposo, o diretor de fotografia irlandês Darran Tiernan, trabalham com cinema e o que viveram na quinta-feira (8), quando receberam o alerta da polícia e dos bombeiros para saírem de casa, parecia uma cena produzida em Hollywood, com requintes de horror e desespero.

Fernanda estava na première de um filme com a filha mais velha, e o esposo havia ido buscar a mais nova na escola, quando perceberam os primeiros sinais daquele que está sendo considerado o incêndio mais letal da história da Califórnia, igualando ao de 1933, com um saldo de 33 mortos.

Tessa estuda na escola vegana Muse School (do diretor de cinema James Cameron), na cidade de Calabasas, bem onde estava o fogo, que atingiu também Malibu e Thousand Oaks, onde a família mora.

Fernanda, ao sair do cinema, começou a se dar conta do que estava acontecendo. “A escola mandou mensagem dizendo que estaria fechada nos próximos dias por ordem dos policiais. Indo pra casa, vi muita fumaça e vento forte, tinha um cheiro forte de queimado e começaram a chegar notícias dos amigos tendo que sair de casa”, relata.

A família de Fernanda ficou em alerta, conforme orientações dos bombeiros recebidas pelo celular.

FUGA

Na sexta pela manhã, veio a ordem para saírem de casa. “O fogo estava se alastrando tão rápido que não dava tempo de esperar. Saí com uma troca de roupa, o passaporte, as crianças e o marido”, contou.

A fuga em massa de Thousand causou enorme congestionamento. Tanto que Fernanda e sua família demoraram duas horas para fazer um trajeto de 20 minutos. “Todo mundo queria sair ao mesmo tempo”, diz. A araçatubense foi para Hollywood Hill, no centro de Los Angeles, onde ficou na casa de amigos até o domingo (11), quando recebeu autorização para voltar para casa.

“Nós recebemos o sinal verde para voltar, mas às 10h de domingo, veio o alerta vermelho novamente, pois um novo fogo havia começado a dois quilômetros de casa. Felizmente, o incêndio foi controlado em 20 minutos e pudemos voltar no final do dia”, contou.

AR

A família, agora, foi orientada a ficar dentro de casa, porque a qualidade do ar lá fora está muito ruim. Para melhorar as condições do ar dentro de casa, Fernanda colocou umidificador pelos cômodos. “O ar está tão seco que está deixando nossa pele e boca secas”.

Por enquanto, as crianças não vão para a escola até segunda ordem, até porque o local está interditado. Para elas, a mãe tentou mostrar que era uma situação corriqueira, não falou que era uma emergência. “Quis que fosse o mais leve possível para elas”, justificou.

Mesmo em casa, a família permanece em estado de alerta, inclusive com as malas prontas. “Está ventando muito, por isso estamos com medo. Se o fogo se alastrar, precisaremos sair daqui imediatamente”.

DRAMA

Amigos e conhecidos da família que residem em Malibu perderam tudo, como o ator escocês Gerard Butler, que mostrou no Instagram o que restou de sua casa: cinzas e a carcaça de um veículo consumido pelo fogo.

Fernanda pôde ver o fogo na montanha, mas não chegou a presenciar a destruição, com casas caindo e pessoas lutando contra o fogo. Isso ela assistiu pela TV. “Parecia um filme de terror”, resume. As pistas que levam à montanha foram bloqueadas.

Ela conta que já estava chateada por causa de um tiroteio em uma casa noturna de Thousand Oaks, que acabou com a vida de 12 pessoas, na quarta-feira (7). No dia seguinte, começou o incêndio. “Foi como se duas coisas ruins estivessem acontecendo sucessivamente”.

Ao deixar sua casa, um filme passou por sua cabeça. “Eu pensei: ‘Não temos mais nada, mas vamos recomeçar’”. Na semana passada, ela tinha marcado um jantar para comemorar meu aniversário, que acabou desmarcado após o incêndio.

Na Califórnia, as chamas destruíram 67 mil imóveis, incluindo um hospital na cidade de Paradise. Trinte e três pessoas morreram por causa do fogo, milhares ficaram desabrigadas e milhões de hectares foram consumidos.

VIDA E ARTE

Fernanda nasceu em Araçatuba, mas mudou-se para São Paulo para trabalhar com cinema – trabalhou na O2, produtora independente brasileira, responsável por filmes conhecidos internacionalmente, como Cidade de Deus, de Fernando Meirelles.

Em 2000, foi para Londres e, em 2012, mudou-se para a Califórnia com a família.

Seu marido, o diretor de fotografia Darran Tiener, tem em seu currículo filmes como “Reflections” e “Cold Thurkey”, a minissérie de TV “The Assets”, videoclipes de cantores como Adele e Ash, além de comerciais, dentre muitos outros trabalhos.

 

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.