ARAÇATUBA | 16 DEZEMBRO
| 21:6 | 22° MIN 35°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
ELEIÇÕES 2018
Araçatuba tem 6 candidatos a deputado federal e 4 a deputado estadual
Anunciante

Araçatuba terá em disputa, nas eleições deste ano, dez candidatos concorrendo a vagas de deputado federal e estadual. A maior quantia, seis deles, concorrem a cadeira na Câmara Federal, enquanto quatro nomes disputam vaga na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Entre os candidatos a deputado federal, estão o ex-prefeito Cido Sério (PRB); o vereador Arlindo Araújo (PPS); o ex-ministro da Previdência Social, Carlos Gabas (PT); o presidente da Câmara, Rivael Papinha (PPS); além de Indalécio Lima (PPL) e Eduardo Novaes (NOVO).

Para a disputa a deputado estadual, a cidade terá quatro nomes nas eleições deste ano: o vereador Cido Saraiva (MDB); a vice-prefeita Edna Flor (PPS); o médico Filipe Fornari (Podemos) e o advogado Felipe Luiz (NOVO).

CAMPANHA NAS RUAS

A partir desta quinta-feira (16), os candidatos podem colocar seus blocos nas ruas em busca de votos do eleitorado de São Paulo, que escolherá seus representantes para a Assembleia Legislativa e a Câmara federal. Um total de 2.012 candidatos pediram registro para concorrer a parlamentar estadual, enquanto 1.606 pediram aval do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para concorrer a federal.

Com mudanças nas regras eleitorais, a campanha deste ano foi encurtada para 52 dias no primeiro turno. O que também terá tempo menor é o horário eleitoral gratuito em rádio e televisão, que começa somente no dia 31 de agosto e vai até 4 de outubro, com apenas 12 minutos e 30 segundos de duração em blocos pela manhã, no início da tarde e à noite.

Ainda sobre mudanças no pleito eleitoral, os candidatos a deputado federal terão um limite de gasto com campanha fixado em R$ 2,5 milhões. Já os concorrentes a estadual não poderão gastar mais que R$ 1 milhão.

BAIXA E IMPUGNAÇÃO

A campanha eleitoral começa oficialmente nesta quinta-feira (16). Os candidatos podem iniciar propaganda de rua, distribuir materiais gráficos e realizar comícios – sem qualquer atrativo, como shows musicais. Em Araçatuba, a corrida pelo voto começa com baixa por desistência e pedido de impugnação entre os candidatos locais.

Apesar de ter solicitado registro, o empresário Jorginho Maluly (Solidariedade), desistiu nesta quinta-feira de continuar na disputa por vaga na Câmara Federal. Ele alega que motivos pessoais e profissionais o impedem de se dedicar integralmente a uma campanha.

Já o ex-prefeito Cido Sério inicia sua busca pelos votos enfrentando um pedido de impugnação protocolado por seu eterno algoz político, o ex-vereador Marcelo Andorfato. Ele pede a inelegibilidade do ex-chefe do Executivo alegando que o mesmo tem condenações colegiadas pela Justiça, por problemas durante os dois mandatos que teve à frente da Prefeitura, assim como rejeição a contas de governo.

Advogado de Cido Sério, o defensor Evandro da Silva afirma não ter nada, em termos de condenação judicial, que faz de Cido Sério, hoje, um político sem condições de participar das eleições. “Não já nenhuma condenação que afirme que o candidato cometeu danos aos cofres públicos ou que teve enriquecimento ilícito. Sem falar que todas as contas de seus dois governos foram aprovadas. Portanto, não há impeditivo com base na lei da Ficha Limpa”, explica.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.