ARAÇATUBA | 9 DEZEMBRO
| 18:13 | 15° MIN 31°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CULTURA E ARTE
Anunciante
MÚSICA
Ana Canãs e Crianceiras marcam primeiro aniversário do Sesc Birigui
Anunciante

Celebrando o primeiro ano do novo Sesc Birigui, o fim de semana será marcado por diversas atividades. Entre elas dois grandes shows: Ana Canãs se apresenta nesta sexta (23) e o grupo Crianceiras traz um musical no domingo (25), mesma data em que o novo Sesc abriu suas portas ao público em 2017. Ambas programações são gratuitas..

A cantora e compositora Ana Cañas pensava que sua trajetória seria no teatro, ao estudar Artes Cênicas na Escola de Comunicação e Artes da USP (ECA/USP). Ela não se enganou, o palco continua sendo seu lar, mas como cantora. A paulistana traz o gingado da MPB, do pop e do rock para o interior do estado em show no Sesc Birigui nesta sexta, 23, às 20h, na Área de Convivência. Não é necessário retirar ingressos.

Em 2007, ela lançou seu primeiro disco "Amor e Caos". O álbum apresenta a Ana compositora e tem claras influências de jazz e MPB, tanto que a cantora foi indicada como a grande promessa da música popular brasileira por muitos críticos.

Em 2009 chegou às lojas o segundo disco da cantora, "Hein?", que deixou bem claro que Ana Cañas não pode ser simplesmente rotulada 'disso' ou 'daquilo'.

No álbum produzido por Liminha, a cantora acrescentou à sua sonoridade o rock, além de contar com participação de Gilberto Gil e a parceria de Arnaldo Antunes em cinco das 12 canções que compõem o disco.

O álbum também trouxe o maior sucesso de Ana até então, a balada "Esconderijo". Escrita por ela, a canção integrou a trilha sonora da novela global "Viver a Vida" e alcançou projeção nacional.

Além de críticos e fãs, quem também se encantou por Ana foi Nando Reis, que a chamou para fazer uma participação em seu álbum de 2009, 'Drês'. A canção "Pra Você Guardei o Amor" foi tema de novela e tocou nas rádios de todo o país, atingindo 30 milhões de views no youtube. Em 2010, a cantora lançou a música "Luz Antiga", composição de Nando escrita especialmente para ela.

Em 2012, Ana lançou seu terceiro e aguardado disco, intitulado "Volta". O trabalho foi gravado inteiramente ao vivo e conta com canções autorais inéditas ("Urubu Rei", "Será Que Você Me Ama?" e "Volta") e versões para clássicos da música ("La Vie En Rose", "Stormy Weather", "My Baby Just Cares For Me" e "Rock and Roll" do Led Zeppelin).

O lançamento foi realizado pelo novo selo da cantora, Guela Records, em parceria com a gravadora Som Livre.

O show "Volta" contou com a direção e iluminação de Ney Matogrosso e sua estréia nacional aconteceu em Junho de 2012 em São Paulo, obtendo sucesso de público e crítica por todo o país. O show gerou seu primeiro DVD, "Coração Inevitável".

Com direção de Vera Egito e produção da PARANOID Filmes, o show foi registrado em São Paulo. No repertório, os sucessos "Será Que Você me Ama?" e as inéditas "Traidor" e "Te Ver Feliz". O DVD também contou com a participação especial de Nando Reis em "Pra Você Guardei o Amor" e "Você Bordado" (também inédita e primeira parceria entre Ana e Nando).

Em 2015, Ana lança o disco "Tô Na Vida" - o quarto de estúdio da carreira. Foi produzido por Lúcio Maia (Nação Zumbi) em parceria com Ana e mixado por Mario Caldato.

Gravado em São Paulo, é o primeiro disco totalmente autoral da carreira da cantora, e traz parcerias com Arnaldo Antunes e Dadi. Foi considerado pela crítica especializada o seu melhor disco, e traz as músicas "Tô Na Vida", "Hoje Nunca Mais" e "Mulher".

CRIANCEIRAS

As crianças também ganham presente no fim de semana que marca o primeiro ano do novo Sesc Birigui. O espetáculo Crianceiras será apresentado no domingo, dia 25, às 16h, no Teatro e a entrada é grátis, basta retirar ingressos a partir das 15h.

Concebido pelo músico Márcio de Camillo a partir da obra de Manoel de Barros, inspirado nas iluminuras da artista plástica Martha Barros, sob a direção de Luiz André Cherubini e com a estética teatral do Grupo Sobrevento de Teatro de Animação, o espetáculo Crianceiras, amálgama teatro e cinema de animação, música, tecnologia digital e literatura, fazendo-se ponte da obra poética para a infância.

A cena é construída a partir do brincar dos intérpretes com a palavra do poeta musicada em interação com imagens físicas e projetadas que, delicadamente, no desenrolar das intrigas caçam jeitos inesperados para a liberdade dos curiosos personagens Bernardo, Sabastião, Caranguejo Se Achante, Sombra-Boa, e outros.

Uma encenação delicada, sofisticada, inusitada e bela, concebida por artistas criadores comprometidos com a estética contemporânea da arte feita para crianças.

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.