ARAÇATUBA | 21 OUTUBRO
| 23:4 | 15° MIN 29°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
GERAL
Ação judicial pode impedir realização de rodeio em Araçatuba
Anunciante
Tramita desde esta segunda-feira (06), na Vara da Fazenda Pública de Araçatuba, uma ação civil ajuizada pelo Ministério Público visando proibir a realização do 2º Araçatuba Champions Bulls. Rodeio previsto paa acontecer na cidade entre os dias 9 e 12 de fevereiro.

A fundamentação da ação é um decreto estadual que proíbe a realização de rodeios e vaquejadas dentro do perímetro urbano das cidades do Estado de São Paulo. O decreto em questão, de número 40.400, foi assinado em 1995 pelo então governador de São paulo, Mário Covas (PSDB). Nele, fica clara a proibição de rodeios ou similares em qualquer área urbana dentro do Estado.

A organização do evento prevê, caso o rodeio seja realizado, a distribuição de R$ 25 mil em prêmios. Estão previstas montarias em touros e provas dos três tambores, inclusive com um desafio internacional com renda revertida para a Santa Casa de Araçatuba.

A ação proposta pelo MP tem como valor de causa R$ 50 mil. Caberá ao juiz José Daniel Dinis Gonçalves decidir, nos próximos dias, se acata ou não a propositura da Promotoria Pública. A estrutura para a realização do rodeio já está sendo montada em terreno na avenida João Arruda Brasil.

Entidades locais de proteção aos animais são contra a realização de rodeios. O ex-vereador Rosaldo de Oliveira, que comanda uma dessas organizações no município, chegou a questionar o Ministério Público sobre a realização do rodeio em questão.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.