ARAÇATUBA | 20 AGOSTO
| 8:15 | 15° MIN 30°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Avape
Ação de R$ 15 mi contra Cido Sério e mais três por contrato com Avape está pronta para ser julgada
Está concluso para decisão, desde o último dia 16, na Vara da Fazenda Pública de Araçatuba, ação civil de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público de Araçatuba contra o prefeito afastado de Araçatuba, Cido Sério (PT) - lembram-se dele? -, o ex-secretário de governo Márcio Chaves Pires e o ex-presidente da Avape (Ação para Valorização de Pessoas com Deficiência) Marcos Antônio Gonçalves.

AVAPE - CIDO SÉRIO - CHAVES - GONÇALVES

A ação pede a responsabilização dos três citados por irregularidades em contrato firmado com a Avape, ainda na primeira gestão do hoje sindicalista Cido Sério, e tem como valor de causa R$ 15.646.004,58. Montante que deve ser devolvido aos cofres municipais se o judiciário entender que realmente existiram as irregularidades contratuais apontadas pelo MP. Os envolvidos ainda podem ser punidos com sanções previstas na lei de improbidade, que prevê multas, perdas dos direitos e funções políticas e proibições de contratar com o poder Público.

Caberá ao juiz Sérgio Ricardo Biella, que atualmente responde pela Vara da Fazenda Pública, decidir sobre a ação ajuizada pelo MP, que teve como parâmetro auditoria feita em contratos e aditamentos da parceria entre a Prefeitura e a Avape.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.