ARAÇATUBA | 19 JANEIRO
| 18:16 | 21° MIN 34°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CULTURA E ARTE
Anunciante
TEATRO
'Fuligem' faz crítica social ao narrar sonho de cortador de cana
Anunciante

A Cia Alternativa de Teatro convida a comunidade para prestigiar o ensaio aberto do espetáculo “Fuligem”, que acontecerá neste domingo (16), a partir das 20h, na 1ª Casa de Penápolis (Rua Dos Capuchinhos, 33). A entrada é gratuita.

Atores e plateia vão dividir o mesmo espaço, por isso a capacidade é limitada em 50 lugares, preenchidos por ordem de chegada.  

O espetáculo conta a história de Juscelino, o cortador de cana que abandonou sua terra natal em busca de um sonho de uma vida melhor. Sonho este que virou fuligem.

O grupo utiliza-se de poesia, depoimentos reais de cortadores de cana, músicas e danças tradicionais brasileiras, para narrar a jornada de Juscelino, um boia-fria que parte do Nordeste do País em busca de novas oportunidades de trabalho no interior do Estado de São Paulo.

Ao narrar essa história, o grupo investiga o trabalho rural de Penápolis e cidades da região, quem têm como base econômica as usinas de cana-de-açúcar.

PRIMEIRO

Este é o primeiro espetáculo da Cia Alternativa de Teatro, grupo penapolense, que se formou com ex-alunos do curso Técnico em Teatro do Senac.

O grupo surgiu com o objetivo de pesquisar histórias e narrativas populares ligadas à região. Desta pesquisa nasceu o espetáculo “Fuligem”, cujo argumento inicial é do ator Celso Sena.

DIREITOS

Segundo explicou o ator Rodrigo Santiago, o espetáculo “Fuligem” está em processo de finalização após meses em sala de ensaio.

“Esse ensaio aberto ao público é um convite para que possamos refletir sobre a questão do trabalho no Brasil ao longo de sua história e, principalmente, nos dias atuais, em que direitos constitucionais deixam de ser assegurados à grande maioria dos cidadãos brasileiros”, comentou.

O diretor da peça, Heitor Gomes, adianta alguns detalhes para quem for conferir “Fuligem” neste domingo. “O espetáculo está bem dinâmico e com momentos em que atores e atrizes estão, literalmente, correndo risco de se machucarem. Tem muitas canções tocadas ao vivo pelos músicos que complementam a dramaturgia. Além disso, o elenco resgata danças brasileiras tradicionais que compõem o desenho de cena”, acrescentou.

TRAJETÓRIA

No primeiro semestre de 2018, a Cia Alternativa de Teatro recebeu atividades formativas em Penápolis, de voz e expressividade; corpo e interpretação épico-narrativos; e canto, com o objetivo de preparar o elenco para este espetáculo. As atividades foram promovidas através de recursos do edital do ProAc (Programa de Ação Cultural), do Estado de São Paulo.

Em junho, o grupo realizou o primeiro ensaio aberto como encerramento das atividades do Proac, levando ao público parte do que foi discutido e levantado durante as oficinas. No mês seguinte, o ator e diretor Heitor Gomes assume a direção e orientação de dramaturgia do projeto, com estreia oficial prevista para março de 2019.

“É importante ressaltar que este é um ensaio aberto que tem por objetivo debater o espetáculo e testá-lo junto ao público, para que possamos finalizar a pesquisa e estrear no próximo ano”, concluiu Heitor Gomes.  

A Cia Alternativa conta com parceria da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Penápolis, que ofereceu a 1ª Casa e estrutura de iluminação, e com o apoio do Laboratório Ivan Sammarco que, gentilmente, cede espaço para ensaios do grupo.

 

Ficha técnica:

Direção e Orientação de Dramaturgia: Heitor Gomes / Dramaturgia: Rodrigo Santiago / Colaboração na dramaturgia: Cia Alternativa / Direção Musical: Ricardo Ferreira e Larissa Angeles / Elenco: Fátima Pessoa, Mônika Norte, Luciana Almeida, Thaísa Fernanda, Amanda Ribeiro, Rodrigo Santiago e Celso Sena / Músicos: Ricardo Ferreira, Larissa Angeles e Heitor Gomes / Operação de Luz e Som: Geovanna Leite e Jana Domingues / Preparação do Elenco: Bolsa de Aprimoramento Técnico-Artístico no Estado de São Paulo ProAc / Voz e Expressividade: Heitor Gomes / Preparação Corporal - Rasaboxes: Juliana Calligaris / Interpretação - Teatro Épico: Juliana Calligaris / Iniciação em Canto: Everton Gennari. Duração: 120 minutos / Classificação indicativa: 12 anos.

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.