ARAÇATUBA | 19 AGOSTO
| 8:8 | 14° MIN 28°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
ECONOMIA
'Ética da conveniência ou frouxidão moral', observa advogado
Desde os tempos em que exerci por quase 20 anos o cargo de delegado regional de uma autarquia federal (1980/2000), depois como professor de Cursos Preparatórios para Concursos Públicos na área federal, e para o Exame da OAB, e nas últimas duas décadas até os dias de hoje como professor universitário de Direito e também de Ética, sempre tive o cuidado de dizer aos meus alunos que não podemos exigir uma ética para os outros, e outra, diferente para nós, mais benéfica ou maleável dependendo das circunstâncias. Isso não seria atitude de pessoas honestas, decentes, éticas. Ao contrário, caracteriza desonestidade moral, frouxidão ética, digna de repulsa.

A ética da conveniência é o refúgio dos imorais, por isso que admitir e reparar o erro é dever moral que se espera de qualquer pessoa de bem, e uma obrigação legal que a lei impõe ao administrador público, sob pena responder por improbidade administrativa.

A Ética e a Moral Públicas não admitem frouxidão nem toleram ilegalidades oriundas de compadrios ou conchavos políticos.

Valmi Silva é advogado em Araçatuba.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.