ARAÇATUBA | 19 JANEIRO
| 19:6 | 21° MIN 34°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
TRISTEZA
'É a única coisa que me restou', diz pai de filha viva após tragédia
Anunciante

“Ela é a única coisa que me restou. Deus precisa cuidar dela pra mim”. A frase é do comerciante José Aparecido Carvalho, pai da pequena Helena Carvalho Machado, nove anos, única sobrevivente do trágico acidente ocorrido no início da noite desta sexta-feira (14), na Elyezer Montenegro Magalhães (SP-463), próximo às Lagoas Três X.

A tragédia tirou a vida de Isadora Carvalho, 17 anos, filha mais velha de Zezinho, como José Aparecido é conhecido em Santo Antônio do Aracanguá; de sua ex-esposa, Cristina Machado, 41; e a de seu ex-sogro, Antônio Machado, 69.

Na manhã deste sábado (15), ele foi visitar a filha mais nova na Santa Casa. Em lágrimas, pedia a Deus para preservar a vida da pequena. “É muita dor que sinto neste momento. Que Deus tenha misericórdia de mim e da minha filha, pois só temos um ao outro agora”, disse, emocionado.

A pequena passou por exames de raio X nesta manhã e, dependendo do resultado, terá de passar por um procedimento cirúrgico ainda neste sábado.

Bastante abalado, Zezinho relatou as últimas lembranças da filha adolescente, enquanto aguardava para visitar a mais nova.

“Ela era linda e estava ainda mais linda na formatura dela, na quinta-feira. Ela estava radiante, feliz demais por ter concluído uma etapa de sua vida. Mal sabíamos que seria a última”, disse, entre lágrimas. A jovem havia acabado de concluir o Ensino Médio.

CONSULTA NO AME

Ele contou que sua filha mais velha, Isadora, tinha vindo a Araçatuba acompanhar o avô, Antônio Machado, 69, a uma consulta no Ambulatório Médico de Especialidades (AME). Eles vieram por volta das 10h, em uma ambulância da Prefeitura de Santo Antônio do Aracanguá, onde moravam.

À tarde, a mãe da adolescente veio buscar a filha e o pai junto com a filha menor. O acidente ocorreu quando a família voltava para Aracanguá.

Cristina conduzia um veículo Gol, na Elyzer, quando, próximo das Lagoas Três X, perdeu o controle da direção, após seu carro ser atingido na traseira, rodou na pista e acabou se chocando com uma caminhonete que vinha no sentido contrário.

MORTE INSTANTÂNEA

A mãe e a filha mais velha tiveram morte instantânea. O idoso e a neta mais nova foram socorridos por uma unidade do Resgate do Corpo de Bombeiros, mas ele não resistiu.

Cristina Machado era funcionária pública municipal. Atualmente, exercia a função de recepcionista e secretária do prefeito de Aracanguá, Rodrigo Santana. Ele esteve na Santa Casa de Araçatuba, na noite de ontem, para dar apoio aos familiares das vítimas. A Prefeitura decretou luto oficial por três dias.

Uma quermesse que seria realizada na cidade neste sábado foi cancelada em respeito às vítimas e seus familiares.

VELÓRIO

O velório das vítimas será realizado na Câmara Municipal de Aracanguá, a partir do início da tarde. A expectativa era de que começasse às 11h, mas os corpos ainda não foram liberados pela funerária. O sepultamento será no final da tarde deste sábado (15), no Cemitério da cidade.

Cerca de 300 pessoas já passaram pela Câmara em busca de informações sobre o velório. Elas começaram a chegar por volta das 5h, para prestar a última homenagem às vítimas.

Na foto, as duas irmãs, Helena, nove anos, e Isadora, 17.

 

 

 

 

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.