ARAÇATUBA | 21 JUNHO
| 7:37 | 15° MIN 29°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
FAZER O BEM
'DILADORIA' faz vídeo para explicar falta de ambulância e remédio; só não diz que que Edna e Nava pediam freio em contratos
O prefeito de Araçatuba, "Diladoria", mais conhecido como Dilador Borges (PSDB), voltou ao Facebook nesta terça-feira (14) para falar sobre atos do seu governo. Após publicar na rede social, nesta segunda-feira, passeio com direito a coca-cola pela sucateada rodoviária, o tucano se posicionou diante de uma câmera em seu gabinete para falar de dois problemas que estão atingindo diretamente a população: a falta de ambulâncias e remédios.

"Diladoria", como vem sendo chamado por aliados mais entusiasmados de seu governo, que insistem forçosamente em compará-lo com o prefeito marqueteiro de São Paulo João Doria, juntou processos para compra de peças e medicamentos e disse diante da câmera que os mesmos estão parados desde setembro do ano passado.

Fala que a compra de peças e contratação de oficina é um processo complicado, mas que até o final do mês sua equipe de licitação deve ter condições de contratar serviços para reformar as ambulâncias do município. Em tempo, o "Diladoria" da terra dos Araçás disse que autorizou nesta terça-feira (14) a secretária de Saúde, Carmem Guariente, a fazer a inscrição via Ministério da Saúde para a compra de UMA AMBULÂNCIA nova.

Só para lembrar, "Diladoria" paga pelo que propagou em campanha. Durante as eleições do ano passado, ele fez questão de espalhar aos quatro ventos que, via emendas parlamentares do período em que exerceu mandato tampão de deputado estadual, distribui mais de uma centena de ambulâncias para prefeituras de todo o Estado. Hoje, precisando de veículos, ele não recebe ajuda do governo de São Paulo para suprir a frota municipal.

MEDICAMENTOS

Na mesma gravação, "Diladoria" também disse que até o final do mês espera, em Deus, tem condições de iniciar a compra de medicamentos. Ele afirma que a Prefeitura tem em andamento, também desde setembro do ano passado, duas licitações em aberto. Uma ata de registro de preços de R$ 22 milhões para aquisição de remédios no decorrer de 12 meses e outra, de R$ 11 milhões, para compra de materiais hospitalares.

ELE SE ESQUECEU

Apesar de também escrever em seu Facebook que resolveu falar "olho no olho" sobre os problemas dos remédios e das ambulâncias, Diladoria não citou em nenhum momento que, desde a campanha eleitoral do ano passado, na Câmara, sua vice-prefeita Edna Flor (PPS), e o ex-secretário de Assuntos Jurídicos, Ermenegildo Nava, clamaram semanalmente para que o atual governo não freasse os processos de contratação em andamento e que deixasse para que a futura gestão resolvesse a melhor forma como contratar determinados serviços.

Basta qualquer cidadão buscar nas gravações das sessões da Câmara, no segundo semestre de 2016, para constatar que Edna e Nava pediam frequentemente para que muitos contratos não fossem tocados adiante.

Questionado sobre a queixa do atual prefeito, o governo de Cido Sério respondeu ao política e mais que a intenção era entregar à nova gestão licitações necessárias em andamento ou já concluídas. No entanto, com a insistência de Edna e Nava, principalmente, acabou acatando a sugestão do novo governo.

ISSO, DILADORIA TAMBÉM PRECISA DIZER.

ASSISTA À GRAVAÇÃO DO JOÃO DORIA DA TERRA DOS ARAÇÁS:

[video width="360" height="640" mp4="http://politicaemais.com.br/wp-content/uploads/2017/03/WhatsApp-Video-2017-03-14-at-11.11.41-AM.mp4"][/video]
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.